Sinusite Crônica – Quais os Riscos dessa Doença

A Sinusite Crônica é um dos tipos de sinusite que mais traz risco para o indivíduo. Caracteriza-se como crônica quando os sintomas de sinusite estão presentes por mais de 12 semanas seguidas. Nos casos de sinusite crônica o indivíduo pode estar bastante debilitado decorrente do tempo em que os sintomas vem lhe incomodando.

O que é Sinusite Crônica?

A sinusite é uma doença infecciosa que atinge os seios paranasais, também conhecidos como seios da face. Com o acúmulo de secreção nos seios da face, o local fica mais propenso a proliferação de germes, vírus e bactérias, que por sua vez acabam infeccionando o indivíduo causando a sinusite.

sinusite crônica tem cura

Depois de contaminado, o indivíduo passa a sofrer os sintomas da sinusite quase que instantaneamente, a sinusite crônica é quando esses sintomas perduram por mais de 12 semanas consecutivas.

Diferença entre Sinusite Aguda e Sinusite Crônica

A sinusite aguda ou crônica são bem parecidas, elas podem surgir da mesma causa, ter os mesmos sintomas, a única diferença é que na sinusite aguda o indivíduo possui os sintomas por menos de 12 semanas, já na sinusite crônica os sintomas estão presentes por mais de 12 semanas consecutivas.

Causas da Sinusite Crônica

A sinusite crônica é causada pelo acúmulo de secreção nos seios da face que facilitam a proliferação de germes e bactérias. Geralmente esse acúmulo de secreção está ligado a gripes e resfriados mal curados, onde o indivíduo não conseguiu se livrar totalmente daquela secreção, ou até mesmo por condições climáticas, como queda brusca de temperatura.

A sinusite crônica também pode ser ocasionada por fatores alérgicos, isso pode acontecer quando o indivíduo tem contato direto com agentes químicos, ou outras substâncias ao qual ele seja alérgico, como poeira, fumaça, cheiros fortes e outros. Em casos mais raros, a causa da sinusite crônica pode ser um desvio de septo nasal.

Como uma Sinusite Aguda pode virar Sinusite Crônica?

Esse fato acontece devido ao uso errado de remédios para sinusite, pode ser pelo paciente esquecer de tomar o medicamento ou então por ele auto se medicar.

Além disso, se o indivíduo não seguir as orientações médicas, como evitar lugares úmidos, empoeirados e enfumaçados, isso pode tornar os germes e bactérias ainda mais resistentes, o que pode dificultar o tratamento.

Sintomas da Sinusite Crônica

Devido ao acúmulo de secreção e da proliferação de germes e bactérias, o indivíduo que tem sinusite crônica, pode vir a sofrer com diversos sintomas, podemos dizer que os mais comuns são:

  • Tosse;
  • Espirros frequentes;
  • Dor de cabeça;
  • Dor na face;
  • Dor de garganta;
  • Entupimento nasal;
  • Febre;
  • Mal hálito;
  • Cansaço e fadiga;
  • Mal estar;
  • entre outros.

OBS: Vale lembrar que os sintomas de sinusite crônica podem variar de acordo com cada paciente.

Tratamento para Sinusite Crônica

Geralmente o tratamento para sinusite crônica inclui o uso de algum remédio para sinusite, na maioria dos casos o médico acaba receitando antibióticos e esteroides, além de lavagem nasal, que pode ser feita com soro fisiológico ou algum descongestionante nasal.

Em caso de desvio de septo nasal, pode haver necessidade de uma cirurgia, mas cada caso é um caso e deve ser avaliado por um médico da área.

Vale lembrar que no caso de sinusite crônica, é importante que o indivíduo procure um médico antes de auto se medicar, afinal, nesses casos a doença já está em um estado avançado e requer cuidados específicos que só um médico especialista pode recomendar.

Além do tratamento com medicamentos convencionais, é possível tratar a sinusite crônica com o uso de remédio caseiro para sinusite, eles são eficazes e não provocam efeitos colaterais.

6 Responses to “Sinusite Crônica – Quais os Riscos dessa Doença”
  1. celso de macedo portugal 16/04/2016
  2. celso de Macedo Portugal 01/05/2016
  3. Kelly 05/05/2016
  4. maria cleonice lopes 19/07/2016
  5. Natalia souza 05/08/2016
  6. Gilson nascimento 28/08/2016

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *